EnglishPortugueseSpanish

Conheça 6 projetos brasileiros que estão fazendo bonito na gringa

WhatsApp Image 2022-09-23 at 10.42.06
EnglishPortugueseSpanish

Comunicadores com propósito. Líderes que levaram seus projetos brasileiros para o programa Emerging Media Leaders, do Centro Internacional para Jornalistas (ICFJ, na sigla em inglês)

O intercâmbio de projetos do programa Emerging Media Leaders do International Center for Journalists, financiado pelo U.S State Departament reuniu profissionais da comunicação de 11 países da América Latina. Foram 12 dias de integração, vivências e workshops em Washington D.C., Estados Unidos, no mês de setembro,

Hoje, você conhece os brasileiros que levam suas iniciativas para o mundo!

Simone Cunha, É nóis na sustentabilidade financeira!

Simone Cunha é de Joinville, morando em São Paulo há 15 anos. Ela representa É nóis, um laboratório que fortalece a diversidade apoiando jornalistas e redações locais através de programas de treinamento e financiamento de reportagens, em rede.

Para organizações, a É nóis realiza treinamentos e financia projetos para desenvolver a sustentabilidade financeira. “Agora, estamos criando o primeiro fundo brasileiro de investimento e financiamento do jornalismo local.”


Maurício Azevedo, Redação de um homem só e o Correio Sabiá

Maurício de Azevedo Ferro, é do Rio de Janeiro, fundador do Correio Sabiá, organização jornalística independente dedicada a fazer as pessoas realmente entenderem o noticiário, com curadorias diárias de conteúdo (áudio/texto) e materiais de contexto que jogam luz sobre o que merece maior atenção do leitor/ouvinte. 

“Oferecemos informação de qualidade com comodidade para fazer notícias complexas serem de fácil compreensão, com entregas didáticas, concisas e multiplataforma para que o leitor/ouvinte realmente entenda o noticiário e fique bem informado mesmo com uma rotina corrida.”

Joana Suarez, pelas minas, pelo nordeste, pelo empoderamento


Joana Suarez, de Recife-PE é repórter investigativa, focada em direitos humanos, questões de gênero, socioambientais, saúde, bioética e educação. Atualmente, gerente de jornalismo (editora e repórter) na revista AzMina, um instituto de tecnologia e informação contra o machismo. 

Desde 2020, Joana vem desenvolvendo mais projetos jornalísticos autorais. “Lancei o Cirandeiras Podcast sobre mulheres e suas lutas em cada canto do Brasil, produzido e apresentado em parceria com Raquel Baster. Fundei a Redação Virtual, que reúne mais de 300 jornalistas de todas as partes do país. A partir deste grupo, criei o projeto colaborativo Lição de Casa, onde coordenei 15 repórteres de 10 Estados brasileiros que cobriam os impactos da pandemia na Educação.

Com amigas nordestinas, brotei na terra das newsletters com a Cajueira, uma curadoria do conteúdo produzido pelo jornalismo independente dos nove estados do Nordeste. Acredito muito na importância da diversidade regional no jornalismo e na descentralização da pauta nacional.”

Conheça a Redação virtual, um Grupo com mais de 300 jornalistas de mais de 50 cidades brasileiras unidos pelo desejo de reportagens e projetos autorais de impacto social.


A força da mulher na causa ambiental: Conheça a Letícia Klein!

Letícia Maria Klein, é de Blumenau, Santa Catarina. Trabalha como jornalista com foco em questões socioambientais há quase 10 anos. Na Ambiental Media, ela faz investigações jornalísticas com base em dados e ciência, mostrando as descobertas de uma forma acessível e atraente por meio de mapas e infográficos. “Nosso projeto Aquazônia, lançado este ano, apresenta um índice inédito sobre os impactos de nove atividades humanas nas águas da Amazônia.””

Ainda como jornalista, escreve a newsletter ambiental semanal da plataforma Um Só Planeta, da Editora Globo, além de reportagens para o site sobre diversos temas relacionados à sustentabilidade, como turismo consciente e agroecologia. A partir das experiências como embaixadora da Juventude Lixo Zero em Blumenau e adepta da sustentabilidade, Letícia escreveu o e-book “Como montar um residuário no condomínio“.

 Neste semestre, a Ambiental Media foi selecionada como umas das 16 startups brasileiras a receber mentoria operacional e financeira do Google News Initiative.

Letícia é fundadora e autora do blog Sustenta Ações, onde comecei minha carreira como jornalista ambiental escrevendo sobre sustentabilidade, biodiversidade, energias renováveis, resíduos sólidos e outros temas socioambientais. Suas reportagens foram publicadas em veículos como National Geographic, Mongabay, revista Época Negócios, Um Só Planeta, Conexão Planeta e Projeto Colabora. 


Papo sério: Claudia Jardim fala sobre a Escravidão Moderna em No Labirinto

Claudia Jardim é jornalista multimídia e documentarista com mais de 15 anos de experiência, com foco em direitos humanos e política. Nascida no Brasil, trabalhou por uma década na Venezuela, cobrindo os anos intensos de Hugo Chávez e reportando em toda a América Latina, principalmente para a BBC Brasil. 

Desde 2015, ela está sediada na Tailândia e trabalhando no Sudeste Asiático, onde agora se concentra em migração, escravidão moderna e tráfico de pessoas. Em 2021, Jardim foi membro do júri do Prêmio Gabriel García Marquez. Também em 2021, foi bolsista do Centro Internacional de Jornalismo (ICFJ) onde ela começou a desenvolver seu primeiro projeto solo sobre a escravidão moderna na América Latina.

Em 2022, ela foi selecionada entre um vasto número de jornalistas para fazer parte do Entrepreneurial Journalism Creators Program na Craig Newmark School of Journalism da Universidade da Cidade de Nueva York (CUNY), onde o No Labirinto podcast ganhou novas dimensões e se transformou em um projeto bilíngue (português e espanhol). 

O No Labirinto/ El Laberinto é um podcast narrativo sobre escravidão moderna e deve ser lançado em 2023. Jardim é mestre em História da América Latina e graduada em jornalismo.


Pela sustentabilidade da casa, conheça a Glaucia, da Saberes

Prata da casa também conta. E esta é a Glaucia Rosa Damazio, jornalista especialista em Sustentabilidade e Negócios Sustentáveis, fundadora e editora da Saberes da Praia.

Glaucia experimentou as redações de revistas, jornais e web no Rio Grande do Sul, onde nasceu, em Porto Alegre e na região metropolitana. De lá, levou para Santa Catarina a bagagem e uma sede pela cultura regional do litoral catarinense, onde estão suas raízes. Foi fundadora, repórter, editora e entregadora de porta em porta do Jornal Praia do Rosa, colaboradora do portal Garopaba Mídia e hoje se dedica à Saberes, portal de jornalismo independente colaborativo com foco em sustentabilidade.

“A Saberes é um eco de muitas vozes. Nela, cabe cultura, meio ambiente, sociedade, saúde, finanças… Tudo que precisamos para sermos sustentáveis em qualquer âmbito da vida.”

É atuante do coletivo EcoLab de Soluções Criativas, voluntária no projeto EcoLab na Saad, que aproxima a comunidade da Escola por meio de oficinas práticas e vivências; criadora do Guia Saberes da Praia de Turismo Sustentável, voltado para a região da Praia do Rosa, Garopaba, Imbituba, Imaruí e Paulo Lopes. atua como redatora, revisora e editora de livros, com destaque para As Aventuras de Aináh, O controle Social através dos Padrões de Comportamento, de Pricila Melo, Cuidando da Natureza: O Reflexo pela busca da Conexão Interna, de Bruno Lenzi e Viver em Imbituba, Terrafilia Nativa, de Rosa Nadir Teixeira.


Saiba mais sobre Emerging Media Leaders aqui!

Compartilhe com Amor:

contatos

WHATSAPP

(48) 991 100 690

Grupo News

Link para Grupo

E-MAIL

contato@saberesdapraia.com

Suporte Saberes
Enviar