IFSC em Greve!

greve no ifsc

Em nota oficial no dia 15 de junho, o IFSC anunciou a paralisação de suas atividades depois de uma assembleia do Sinasefe-SC, sindicato que representa professores e técnicos administrativos do IFSC.

A greve é motivada pelo desfasamento nos salários dos servidores e professores do IFSC, e também pelo corte de orçamento para a Educação pública federal, anunciado pelo governo em maio.

Quais são as consequências deste corte orçamentário?

Somente para os Institutos Federais, o corte representa 92 milhões de reais que deixarão de ser investidos na formação dos jovens e adultos pelo Brasil, piorando as condições de trabalho e estudo. No IFSC, o impacto será de quase R$ 6 milhões. Isso significa, na prática, que despesas fundamentais para o  funcionamento do Instituto, serão afetadas diretamente, como as atividades de ensino, pesquisa e extensão.

Hoje, em diversos Câmpus, existem estudantes que têm que escolher que dia vão para as aulas, já que não possuem condições para arcar com os custos do transporte público diariamente. Alguns servidores estão na mesma situação, e com os cortes esse quadro só vai piorar.

A luta dos professores e servidores é por:

 • Imediata recomposição salarial de 19,99%.

 • Fim dos cortes orçamentários.

 • Revogação da EC 95/2016 (congelou os gastos da União por 20 anos).

 • Arquivamento da PEC 32/2020 (Reforma Administrativa, que destrói o serviço público).

Como fica a situação das atividades nos câmpus?

O Instituto informou que o acompanhamento às atividades em funcionamento, serão feitas com o passar dos dias, conforme os câmpus forem informando sobre os setores envolvidos. O calendário acadêmico dos câmpus segue vigente neste momento e só será alterado em caso de necessidade, após aprovação dos colegiados.

Por Thainá Bernardoni
Redação Saberes EcoLab

contatos

WHATSAPP

(48) 991 100 690

Grupo News

Link para Grupo

E-MAIL

contato@saberesdapraia.com

Suporte Saberes
Enviar