Procurar saberes

Pesquisar
Close this search box.

Kumaras Garopaba: 10 anos de cultura, gastronomia criativa e sustentabilidade

D2E3CA12-E6BE-4CA9-A143-F42DA2F5A499
EnglishPortugueseSpanish

#informepublicitário

Restaurante, bar, espaço para eventos e vivências holísticas, o Kumaras apresenta uma proposta de consumo consciente e experiências afetivas, levando a sustentabilidade para a prática em todas as dimensões.

Os números crescem a cada dia. E, cada vez mais, o consumidor considera o quesito “sustentabilidade” na decisão de compra. Na pesquisa Comportamento e Consumo Verde dos Brasileiros, do IMAFLORA, por exemplo, mais de 90% dos entrevistados consideram algum hábito verde ou critério relacionado à sustentabilidade na hora de decidir pela compra de um produto. 

Essa é uma das razões do sucesso de um empreendimento gastronômico e cultural no litoral sul de Santa Catarina. Gastronomia surpreendente para alimentar o corpo; arte e cultura para alimentar a alma; sustentabilidade para fazer tudo isso cuidando do planeta. Este é o espaço Kumaras que completa 10 anos em Garopaba (SC).

Como o Kumaras começou: um lounge sustentável, de Ibiza para Garopaba

Desde sempre, Larissa Notari de Moraes nutria o desejo de ter um bar, um espaço de entretenimento em que pudesse aplicar os conceitos de sustentabilidade. Formada em Turismo e Hotelaria e DJ, conheceu a região da Praia do Rosa e Garopaba enquanto morava em Barcelona, na Espanha. “Aquela ideia de um lounge sustentável estava sempre na minha mente. Um espaço com permacultura, diversidade. Em Ibiza, conheci um espaço que me inspirou, foi onde também conheci o nome Kumaras”, conta a idealizadora e sócia-proprietária. 

Kumaras vem do Sânscrito, e através da simbologia dá nome a seres de luz que ajudam na evolução espiritual dos homens na Terra. 

Foi na Praça 21 de Abril, no Centro Histórico de Garopaba que o Kumaras começou. No coração da cidade já trazia, além da gastronomia criativa, a cultura, com música de qualidade, do blues às brasilidades. “Acredito que o ato de nutrir, dar de comer, é uma coisa muito simbólica. De nutrir corpo com a comida  e alma, através da arte.”

Dez anos, de casa nova e sustentável!

Em 2021, o Kumaras já contava com a parceria da Imbitubense Thais Ribeiro Duarte, sócia proprietária, quando realizou a mudança para o novo espaço, fortalecendo ainda mais a pegada de sustentabilidade. “Este sonho foi amadurecendo com a minha evolução. Foram muitos anos de entendimentos que me ajudaram a melhorar práticas pessoais, que se estenderam ao Kumaras”, lembra Larissa.

O Espaço Kumaras, agora localizado no Bairro Encantada (Garopaba-SC), com vista para o majestoso pôr-do-sol da Lagoa da Encantada, foi construído com diversos materiais de reaproveitamento de obras e, lá os visitantes também podem conhecer a técnica ancestral de construção de bambu-a-pique, que utiliza o barro e as tramas de bambu como materiais construtivos.

A mais recente conquista, em 2022, foi a transição energética. O restaurante gera 100% da sua energia de forma limpa e renovável através de placas fotovoltaicas e da produção de energia solar.

Gastronomia surpreendente, criativa e diferenciada

A cozinha também passou a priorizar a alimentação ovo-lacto-vegetariana e vegana, além do cuidado com os insumos, trabalhando com fornecedores locais e marcas que realizam a logística reversa. A política com os resíduos é levada a sério, ou seja, a proposta do Kumaras é consumo consciente e lixo zero! 

Somente com a destinação dos orgânicos para a iniciativa de compostagem local Composta Garopaba, o Kumaras deixou de emitir no ano passado, 2.002 toneladas de CO2. “Essas emissões também equivalem ao carbono sequestrado por 33 mudas de árvores cultivadas por 10 anos”, explica o especialista em compostagem, Douglas Flores

Na parte das bebidas, por exemplo, o Kumaras prioriza as embalagens retornáveis e recicláveis. Considerando as retornáveis, por exemplo, em 2022, Larissa, Thaís e seus clientes deixaram de produzir mais de 7mil garrafas de vidro. O vidro provém de minerais, tendo como principal matéria-prima a areia. A extração da areia causa diversos impactos ambientais de grande relevância na natureza, como a alteração das características de um rio, afugentamento da fauna, supressão de matas ciliares, entre outros danos.

Já aqueles materiais que vão diretamente para a reciclagem também estão impactando positivamente a cadeia. Cada 1 tonelada de vidro reciclado gera economia de 3% no consumo de energia do processo produtivo e com 1 tonelada de cacos, é possível reduzir a emissão de meia tonelada de CO2 na atmosfera

Desafios do empreendedorismo sustentável

Mas toda essa caminhada de 10 anos de transformação pessoal e do negócio em prol da saúde das pessoas e do planeta também tem seus desafios. “Falar sobre comida vegetariana e vegana cria, às vezes, um bloqueio nas pessoas. A gente trabalha para desconstruir a ideia de que a alimentação veggie deixa a desejar, ou não é saborosa”, explica a Larissa. 

No Kumaras, o lema é: esqueça tudo que você já provou!” E o dito faz tanto sentido que a maior parte dos clientes da casa não é vegetariana!

Larissa e Thaís, sócias do Kumaras Garopaba

Arte, Cultura, Espiritualidade: alimentos para a alma

As práticas de desenvolvimento pessoal e espiritual também passaram a fazer parte da agenda de eventos, como as vivências e cerimônias de medicina ancestral. O plano para 2023 é se consolidar, cada vez mais, como espaço para eventos, sejam eles festividades, confraternizações, feiras, vivências ou encontros. Na agenda deste ano também estão previstas as práticas de Yoga no espaço.

Leia também:

“Acredito na arte e na cultura como fatores de mudança na sociedade. Sempre digo que a minha maior missão de alma é alimentar o espírito das pessoas”  

confessa Larissa

Quem quiser ficar por dentro de toda a programação  musical, conhecer o cardápio e os eventos que acontecem no Kumaras Garopaba, pode acessar o perfil no Instagram @kumarasgaropaba.

#informepublicitário

Por Glaucia Rosa Damazio
Jornalista
Imagens: Divulgação
Fontes: Ecodebate, Materioteca UFSC,  Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola IMAFLORA, Pesquisa e Análise de Mercado FRONTE

agenda agroecologia arte audiencia publica cinema comunidade cultura dança ecolab ecoturismo edital educação eleições evento eventos feirinha festa festival garopaba gastronomia guia saberes da praia ibiraquera ifsc imbituba lixo zero meio ambiente mulheres música natuveggie ods oficina plano diretor de garopaba política praia do rosa preservação reciclagem rosa norte saberes santa catarina saúde sustentabilidade teatro turismo vegetariano voluntariado