Meditar é bom para que?

espirituaidade no dia a dia

Os benefícios da meditação são muito conhecidos, mas porque deveríamos mesmo dedicar tempo e espaço no nosso cotidiano para a meditação?

Sabemos que meditar ajuda a diminuir o estresse, trazendo clareza mental e emocional, aumentando a harmonia entre corpo, mente e espírito produzindo desenvolvimento da consciência e autoconhecimento, portanto ajudando na resolução de dificuldades de forma equilibrada, criativa, dá liberdade de escolha.

Pesquisas de Harvard no Massachusetts General Hospital (MGH), liderados por Sara Lazar, concluíram que a prática da meditação tem o poder de reconstruir a massa cinzenta do cérebro no hipocampo, área do cérebro ligado à aprendizagem, memória, cognição e regulação emocional, desempenhando um papel importante na plasticidade do cérebro. Já o hipotálamo, a amígdala, responsável pelo instinto de ataque ou fuga e que atua principalmente na ansiedade, medo e estresse, ficou menor após 8 semanas de meditação.

Com tantos benefícios, estou passando aqui para conversar sobre eles porque percebi que muitas pessoas não praticam meditação porque acreditam estarem ligadas unicamente ao desenvolvimento da espiritualidade. E isto é real, mas não uma condição. Você não precisa desejar se tornar Buda para meditar e se beneficiar com a sua prática, mas sim praticar para perceber os benefícios. E para isso, não precisa ter um objetivo específico, pois se se trata de descobrir qual a necessidade ao se permitir observar o que o seu corpo e a sua mente estejam precisando. Ela é uma ferramenta de conexão com nós mesmxs e com o Todo Universal.

Meditar é bom e é de graça!

Podemos meditar em qualquer lugar e sem gastar nada. O segredo da sua eficácia está em uma das nossas funções vitais: a respiração. Basta reparar em como a nossa frequência respiratória muda dependendo das emoções que estamos sentindo para perceber a importância que ela tem no regulamento dos diferentes sistemas do nosso corpo (circulatório, endócrino, nervoso, imunológico, etc). Estes sistemas estão funcionando para a nossa supervivência e reagem os inúmeros estímulos do mundo de forma constante.

Durante a meditação, essa velocidade diminui e o corpo entra em relaxamento. Esse estado é chamado de repouso em alerta, a mente está relaxada, mas com um alto nível de atenção.

Incluir a meditação no dia-a-dia pode ser um desafio. Mas assumir esse compromisso com você é a chave para reduzir os efeitos negativos do estresse que a correria do cotidiano provoca. Mesmo que ao meditar os pensamentos não parem – e eles tendem a não parar –, estar presente e comprometidx com você neste momento de autocuidado é o que nos permite ser mais autênticos e verdadeiros com a nossa essência.

Conheça e baixe gratuitamente o e-book 7 meditações Guiadas para Iniciantes

Por Luciana Pedutti
Astróloga e Terapeuta Holística

,

abelhas arte artesanato autoconhecimento CCI cinema clima compostagem comunidade cultura curso ecolab EcoLab na escola educação esporte evento eventos festa festa junina garopaba garopaba sustentável guia saberes da praia ibiraquera ifsc imbituba limpeza de praia lixo lixo zero manifestação monitoramento mirim costeiro musica música natuveggie ods plano diretor de garopaba praia do rosa reciclagem resíduos rosa norte saberes santa catarina sustentabilidade turismo vegano voluntariado

contatos

WHATSAPP

(48) 991 100 690

Grupo News

Link para Grupo

E-MAIL

contato@saberesdapraia.com

Suporte Saberes
Enviar