EnglishPortugueseSpanish

Saberes das Plantas: Amoreira

IMG_0680
EnglishPortugueseSpanish

Quando a primavera vem chegando, elas vêm também: as amoras. Uma iguaria da estação, fruta que geralmente se come porque se está perto de uma amoreira. Essa árvore é bastante cultivada no Sul e Sudeste do Brasil, tanto que já se tornou subespontânea – quando uma planta exótica se propaga sem interferência intencional das pessoas. A Morus Nigra é originária da China e Japão. 

Comer o fruto maduro direto do pé é delícia total, fazer geleias e caldas também, não é? Além disso, a amora é um corante natural. Sabia que a folha da amoreira é comestível? Para ingerir, é preciso cozinhar. Ainda das folhas se pode fazer um chá, saboroso e medicinal. Segundo o guia Plantas Alimentícias Não Convencionais no Brasil são diversos os tipos de beneficiamento que se pode obter a partir de amoreiras – “grande mercado subutilizado no país”, aponta o livro. 

Carregada de benefícios e nutrientes, é uma reguladora hormonal e tem efeitos antioxidantes, sendo utilizada na medicina popular para diversos fins, inclusive no tratamento de queda de cabelo. Fonte de flavonoides e minerais. Atualmente, já existem até suplementos à base de amora.

É uma árvore de porte, medindo entre 7 -12m de altura, e costuma dar uma boa sombra. Quando frutifica, se torna ambiente de um festival de aves, que vem apreciar seu sabor doce e ao mesmo tempo ácido. Seu nome já diz: ela é amor. Portanto, sempre avaliar bem o impacto antes de abater uma amoreira adulta. 

Se propaga facilmente por estaquia ou sementes, e consegue resistir em solos degradados. Em alguns ambientes, pode exigir um manejo mais atento, justamente pela facilidade de propagação. 

IMPORTANTE: jamais faça a ingestão ou uso medicinal de plantas que você não conhece, não sabe identificar ou sobre as quais têm pouca informação. Se estiver grávida, busque saber se a planta é segura para gestantes. Evite tomar o mesmo chá por mais de 7 dias seguidos, e sempre que necessitar de tratamentos mais longos busque acompanhamento profissional ou de pessoas preparadas para dar orientações sobre o uso seguro de plantas medicinais. Plantas são indivíduos cheios de características específicas e influenciam nos ecossistemas. Antes de arrancar uma planta do chão, busque saber mais sobre ela. Antes de plantar, também.

Por Isadora Lescano – aprendiz da Natureza e da Vida, jornalista, colaboradora EcoLab / Saberes da Praia

Compartilhe com Amor:

contatos

WHATSAPP

(48) 991 100 690

Grupo News

Link para Grupo

E-MAIL

contato@saberesdapraia.com

Suporte Saberes
Enviar