EnglishPortugueseSpanish

Saberes das Plantas: Primavera

IMG_0876
EnglishPortugueseSpanish

A primavera, assim como a planta que leva o nome da estação, não é só sobre flores. Aquelas cores exuberantes que variam dos laranjas aos roxos, passando por vermelhos e rosas vívidos, e por vezes brancas, vem das brácteas da Bougainvillea Spectabilis, e não de suas pétalas. Brácteas são folhas que se destacam para atrair polinizadores às flores reais – muitas plantas apresentam essa característica. As verdadeiras flores da bougainville são pequeninas e costumam abrir em 3 botões, provavelmente daí a origem de outro nome popular da planta: três-marias. 

O sotaque francês está só no nome científico, pois a primavera é nativíssima da Mata Atlântica e da Amazônia. Acontece que no século XVII, enquanto invadiam essas terras, os franceses se encantaram com a beleza da espécie e a introduziram na Europa. Trata-se de uma ornamental bastante famosa. 

As brácteas e flores da bougainvillea são comestíveis. Apesar de pouco marcantes ao paladar, nutrem outros sentidos, embelezando e trazendo a cor do jardim pro alimento. É um corante natural que pode ser extraído por distintos processos e utilizado em diversos preparos.

Isso por si só já pode ser considerado medicinal. Mas segundo o projeto Mato no Prato, estudos com amostras de diversas partes da planta revelam potencialidades anti-inflamatórias, antimicrobianas, agentes protetores neuronais, efeitos redutores da glicemia e do colesterol, entre outros benefícios. A primavera apresenta uma variedade de nutrientes específicos, que a ciência chama de fitoquímicos.

Naturalmente, também é uma aliada na harmonia do ecossistema local e dos cultivos agroecológicos, pois atrai polinizadores e controladores biológicos de pragas

IMPORTANTE: jamais faça a ingestão ou uso medicinal de plantas que você não conhece, não sabe identificar ou sobre as quais têm pouca informação. Se estiver grávida, busque saber se a planta é segura para gestantes. Evite tomar o mesmo chá por mais de 7 dias seguidos, e sempre que necessitar de tratamentos mais longos busque acompanhamento profissional ou de pessoas preparadas para dar orientações sobre o uso seguro de plantas medicinais. Plantas são indivíduos cheios de características específicas e influenciam nos ecossistemas. Antes de arrancar uma planta do chão, busque saber mais sobre ela. Antes de plantar, também.

Texto e foto por Isadora Lescano – jornalista, aprendiz das plantas, EcoLaber

Compartilhe com Amor:

contatos

WHATSAPP

(48) 991 100 690

Grupo News

Link para Grupo

E-MAIL

contato@saberesdapraia.com

Suporte Saberes
Enviar